warning: Creating default object from empty value in /home/nupecorg/nupec.org.br/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

tubarões

Criada lista de e-mails para proteção de tubarões

a lista TUBAROES_AMEAÇADOS foi criada dia 10/11/2002, esperando reunir interessados na conservação deste animal no Brasil, para que possamos, em conjunto, estudar a questão e sugerir mecanismos efetivos para a conservação das principais espécies ameaçadas de extinção, sobretudo pela ignorância e pela pesca predatória.

participe... esperamos, sinceramente, contar com a sua experiência aqui.

para assinar: Tubaroes_em_Perigo-subscribe@yahoogrupos.com.br

atenciosamente,

MAURICIO AQUINO
Médico Veterinário
Formado pela UFF/85.
CRMV-AL 0234
www.kennelvet.com.br

Diga aahhh! Tubarões também precisam de checkups!

Especialistas do Virginia Marine Science Museum fazem exame em seus tubarões para retirada de sangue e examinarem os úteros das fêmeas.

VIRGINIA BEACH -- How do you give a shark a physical?
How do you get a 200-plus-pound, snaggle-toothed creature to give blood, submit to being weighed and have its uterus examined?

As the staff and volunteers at the Virginia Marine Science Museum realized Tuesday, the answer is: very, very carefully.

Perigo no Mar - Pescadores vivem da ''caça'' de tubarões

Profissionais do Litoral Norte ganham a vida pescando tubarões para venda da carne e cartilagem; quilo chega a R$ 20

Cléa Santos
São Sebastião

"Caçar" tubarões no Litoral Norte é a principal atividade de muitos pescadores que sobrevivem com a venda da carne e da barbatana (cartilagem) do peixe, considerado o mais perigoso animal marinho.

Profissionais ouvidos pelo ValeParaibano afirmaram que a busca por um tubarão de grande porte e de qualidade pode levar cerca de 15 dias.

Risco dos mares

Um surfista foi atacado por tubarão quando pegava onda numa praia da região metropolitana do Recife. Ele perdeu a mão direita e parte do braço. Em dez anos, 41 pessoas foram atacadas por tubarões no litoral pernambucano.

O ataque foi numa praia da região metropolitana do Recife. O estudante Mário César Carneiro, de 22 anos, surfava numa área onde o esporte é proibido. Um amigo viu quando tudo aconteceu.

“Ele deu um grito: ‘Socorro, tubarão!’. Aí os outros que estavam lá saíram. Daí bateu uma onda nele, que veio para o raso”, conta Márcio Pereira.

Combate ao Finning!

Compreendendo o problema do Finning, o NUPEC apóia as Organizações que combatem essa prática cruel!

Participe você também, basta clicar aqui.

Tubarões nas praias australianas

Uma mancha negra no mar denunciou um cardume de tubarões, alguns com mais de 4 metros de comprimento, ontem, em uma praia da Austrália. Os banhistas e surfistas foram avisados da aproximação perigosa. Mas alguns não saíram do mar. Entretanto, quando viram de perto o perigo, tiveram que sair às pressas da água. Ninguém ficou ferido.

Tubarões e a Ciência

Ultimamente, ando preocupado com a ciência que está sempre sendo vinculada aos tubarões. Nós pesquisadores, temos a obrigação de passar ao público informações relevantes, pois a cada dia as pessoas estão mais confusas sobre o que são tubarões e raias e qual a sua verdadeira importância.

Isto acontece pela falta de ciência ou pela não divulgação da ciência pura.

Por que isto acontece? Pela falta de profissionais que atuam com a ciência verdadeira, ou as informações vinculadas provém daqueles sem ciência?

Dúvidas referentes ao Workshop, Site ou sobre algum dos Chondrichthyes?

Visite o nosso Forum e discuta assuntos relacionados ao Temas abordados pelo portal. Tem dúvidas? Sane-as aqui!

Divulgar conteúdo